Eumundo

Rede que liga mundos discrepantes, conflitantes
Fina teia entrelaça mentes distantes, cambaleantes
E somos um só?
Somos todos
A unidade na diversidade
A explosão dos egos
Eu me sou e também sou você
Você me é, uma coisa só
Vertem velozes os vórtices
De vidas vivendo a se engolir
Passam perdidas partidas
Presas em perenes ilusões
Acorda! Somos nós, é o mundo, aqui!
Venho visitar a vossa vivenda
Para gritar que se rompam
Libertem do caos
Alice avistou a borboleta a voar
Vento, ventania a levou
Vasos dilataram-se, bateu o coração
Um, dois. Que vem. Que vai.
Tudo isso somos nós
E nós somos o mundo
A identidade, a ida, o destino
Sem barreiras, sem casca, sem nó
Sem casulo. Livre. Um.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: